[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Equinor compra participação da Barra Energia

A Equinor e a Barra Energia assinaram acordo onde a Equinor adquire a participação de 10% da Barra na licença BM-S-8 na bacia de Santos. Esta transação permitirá à Equinor e seus parceiros alinhar totalmente os interesses das duas licenças para a área de Carcará.

No início de junho, a Equinor, a Exxon Mobil e a Galp concluíram transações no BM-S-8 para começar a alinhar as participações acionárias com os três sócios detêm no bloco adjacente de Carcará Norte. O BM-S-8 e o norte de Carcará, juntos contém aproximadamente 2 bilhões de barris recuperáveis ​​de óleo equivalente. A Equinor é a operadora dos dois blocos e visa desenvolver o campo unitizado-o, com a ambição de entregar o primeiro óleo entre 2023 e 2024.

Os 10% da Barra equivalem a US $ 379 milhões, mesmo valor da transação da Equinor no BM-S-8 com a Queiroz Galvão Exploração e Produção (QGEP) em julho de 2017. O fechamento do negócio está sujeito às condições habituais, incluindo parceiros e governo. 
(Foto de Guilherme Botelho / Equinor ASA: Da esquerda para direita, Renato Bertani – CEO da Barra – e Anders Opedal – gerente geral da Equinor Brasil)

REDES SOCIAIS_