[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Produtores desembolsaram quase R$ 7,3 mil por hectare para renovar o canavial em 2017/18

Quanto custa o plantio de cana no Brasil? O mais recente dado divulgado pelo Pecege concluiu que o produtor de cana-de-açúcar desembolsou, na safra 2017/18, a média de R$ 7.282,04 por hectare para renovação do canavial, valor 3,69% menor que os R$7.562/ha da safra anterior. O estudo considerou a realidade de 33 amostras do Centro-Sul.

Essa redução acontece após um aumento de 11,73% entre as safras 2015/16 e 2016/17. Esse tipo de flutuação nos custos de produção, contudo, é comum para o setor. De 2014/15 a 2015/16, por exemplo, os custos para renovação de canavial tiveram uma redução de 1,38%, logo após um aumento de 11,65% entre 2014/15 e 2015/16.

Quanto custa o plantio de cana no Brasil? O mais recente dado divulgado pelo Pecege concluiu que o produtor de cana-de-açúcar desembolsou, na safra 2017/18, a média de R$ 7.282,04 por hectare para renovação do canavial, valor 3,69% menor que os R$7.562/ha da safra anterior. O estudo considerou a realidade de 33 amostras do Centro-Sul.

Essa redução acontece após um aumento de 11,73% entre as safras 2015/16 e 2016/17. Esse tipo de flutuação nos custos de produção, contudo, é comum para o setor. De 2014/15 a 2015/16, por exemplo, os custos para renovação de canavial tiveram uma redução de 1,38%, logo após um aumento de 11,65% entre 2014/15 e 2015/16.

á levando em conta todos os fatores de produção, segundo o estudo, os insumos são o principal ponto de atenção do produtor, afinal, correspondem a pouco mais de 48% dos custos para a formação do canavial, com R$ 3.556,51/ha. Especificamente, os insumos de solo (adubação), com o investimento conjunto em corretivos e fertilizantes, custam a média de R$ 1.046,52/ha, ou seja, 30% das despesas com insumos.

Além disso, cerca de 25% do total investido na renovação do canavial vai para a muda (pouco mais de 45% do custo com insumos). Entretanto, em algumas regiões, o impacto pode chegar a 35% dos custos totais.

Segundo o estudo, esse é o caso principalmente quando o plantio é feito de forma mecanizada, ocasião em que podem ser usados até 22 toneladas de mudas por hectare. Isso ocorre porque o plantio manual distribui melhor a cana nos sulcos, gerando um maior aproveitamento das mudas.

REDES SOCIAIS_