[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Agricultura Regenerativa: uma perspectiva de modelo de negócio circular
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Brasil poderá exercer papel de destaque na transição global para renováveis, diz Fatih Birol

O presidente da Agência internacional de Energia, Fatih Birol, afirmou nesta terça-feira (29) que o Brasil poderá exercer um papel de destaque na transição global para energias renováveis graças à sua produção crescente de biocombustíveis e à manutenção de participação expressiva de produção hidrelétrica em sua matriz energética.

A produção brasileira de etanol de milho, incentivada pelo programa RenovaBio, deve crescer quase 40% entre 2019 e 2024, levando o país a uma produção anual de quase 8 bilhões de litros anuais.

A marca garantirá a segunda posição entre os maiores produtores mundiais de biocombustíveis, afirmou o presidente da IEA durante palestra na OTC Brasil 2019, no Rio de Janeiro.
Mudança de patamar promovida por políticas públicas
O caso do RenovaBio é citado por Fatih Birol como apenas um exemplo da importância do ajuste de foco que a alteração de políticas públicas pode promover. O outro é a série de leilões de petróleo promovidos pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) nos últimos anos.

Para o presidente da IEA, o Brasil assistiu a uma mudança de patamar em relação a políticas públicas para o setor de energia, mas, ainda assim, mantém uma postura modesta demais no cenário global em relação à transição energética. Ele diz que está na hora de o país ganhar protagonismo.

“É bom ser modesto, mas o Brasil tem sido modesto demais”, afirmou. “Não sejam modestos, refiram-se a vocês como um grande caso de sucesso. O caso brasileiro mostra que as políticas públicas podem mudar”.

REDES SOCIAIS_