[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Ineos vende seu negócio de EPS na Europa

A  Ineos, fabricante global de produtos petroquímicos e químicos especiais, fechou negócio com a também empresa de produtos químicos Synthos, com base na Polônia, a respeito da venda de seu negócio de Poliestireno Expandido (EPS) por 80 milhões de euros. É esperado que o negócio seja finalizado no segundo semestre de 2016, uma vez que as aprovações regulatórias sejam recebidas.

A Ineos comandava a maior produção de EPS na Europa, operando a partir de três locais: dois na França e um na Holanda, atuando principalmente no setor de embalagens e construção civil.
Segundo a empresa, a negociação dará novas oportunidades aos 250 funcionários responsáveis pela produção do EPS, que serão transferidos a nova empresa como parte do acordo. Segundo ela, a transação irá oferecer a oportunidade de os trabalhadores fazerem parte de uma empresa focada e estrategicamente comprometida com o futuro a longo prazo do mercado de EPS.

Antes da aquisição, a Synthos era considerada a terceira maior fabricante de EPS da Europa. O objetivo do negócio, segundo o a Synthos, é proporcionar a mais alta qualidade na fabricação de EPS, garantindo que o produto continue sendo o material de isolamento escolhido pelos seus clientes.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_