[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Borealis e ADNOC assinam acordo para expandir operações em Ruwais

A empresa austríaca Borealis, umas das líderes no fornecimento de resinas poliolefinicas no mundo, fortaleceu a sua parceria com a ADNOC (Abu Dhabi National Oil Company), através da assinatura de um novo acordo com o objetivo de expandir as operações petroquímicas na região de Ruwais, nos Emirados Árabes Unidos. As duas empresas já possuam uma joint venture chamada Borouge, fundada em 1998.

Como parte do acordo, as empresas realizarão estudos de engenharia e design para a construção do complexo Borouge 4, que irá incluir crackers de matérias-primas e unidade de produção de derivados, poliolefinicos e não poliolefinicos. Com planos de se tornar operacional em 2023, o complexo Borouge 4 será integrado as operações já existentes por parte da ADNOC na região.

A parceria também inclui engenharia, aquisição e construção de uma planta adicional de polipropileno (PP5) com base na tecnologia Borealis Borstar. A instalação, que será integrada com o complexo existente do Borouge 3, usará o propileno excedente da nova unidade de desidrogenação de propano da ADNOC, e poderá produzir cerca de 0,5 milhões de toneladas de polipropileno por ano.

A ADNOC planeja expandir a sua produção petroquímica de 4,5 para 11,4 milhões de toneladas por ano até 2025 como parte da estratégia de crescimento da empresa para os próximos anos, e, além disso, a parceria planeja rever a extensão da JV do Borouge além dos primeiros 30 anos de vida.

REDES SOCIAIS_