[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

BNDES aprova R$ 332,7 mi à Usina Batatais para plantio, cogeração e moagem

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um financiamento de 332,7 milhões de reais para a Usina Batatais, o qual será usado na ampliação da capacidade de processamento de cana, bem como expansão e renovação de canaviais e aumento da cogeração de energia, informou a instituição nesta quarta-feira.

Conforme o BNDES, a Usina Lins, uma das duas unidades do grupo no interior de São Paulo, terá sua capacidade de moagem ampliada para até 4,2 milhões de toneladas de cana por safra.

“Para tanto, serão adquiridos equipamentos para aumentar a capacidade de recepção e de preparo de cana, a velocidade de moagem e a capacidade de tratamento do caldo para produção de açúcar e etanol”, disse o BNDES em comunicado.

A empresa também irá investir em 27,5 mil hectares de plantio de cana, “dos quais 14 mil hectares referentes à renovação dos canaviais e 13,5 mil hectares relativos à expansão da área cultivada – além da aquisição de novos equipamentos agrícolas”.

Por fim, a Usina Batatais vai promover o plantio de espécies nativas em 300 hectares e 180 hectares de Áreas de Preservação Permanente (APP) próximas às usinas Batatais e Lins, respectivamente.

“Os investimentos da empresa devem ocorrer até meados de 2020, e os recursos do BNDES vão permitir a criação de 280 empregos diretos após a realização dos investimentos”, informou o BNDES.

REDES SOCIAIS_