[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Abiquim disponibiliza planilha para gerenciamento de risco de forma simples

A comissão de Gerenciamento de Produto (Gepro) desenvolveu uma planilha de gestão para indústrias químicas, com o intuito de implantar práticas de gerenciamento de riscos e impactos relacionados aos produtos muitas vezes perigosos.

A ferramenta Aquarela, como é chamada, foi lançada no dia 31 de maio e é uma planilha eletrônica que está disponível para download no site da Abiquim. A criação da planilha contou com a expertise de gestores de risco e segurança da Oxiteno, da Rhodia Solvay e da própria Abiquim, todos membros da Gepro. O programa promete ser simples e de fácil operação, ao contrário dos programas de gerenciamento já existentes que são complexos e dessa forma não atingem empresas pequenas e médias que também demandam esse tipo de gestão.

O grau de periculosidade de um produto e o risco associado a ele envolvem características como a exposição a fatores externos durante a aplicação e transporte, por exemplo. As indústrias de grande porte possuem sistemas eficazes de gerenciamento, mas são onerosos e inviáveis para pequenas empresas que agora podem ser atingidas pela Abiquim através da Aquarela.

Com critérios ambientais e de segurança cada mais rígidos, e a qualidade associada à produtos que respeitam essas normas, cada vez mais a análise de risco ganha valor e é bem vista. Empresas de menor porte até agora não eram atingidas e careciam de um modelo de gerenciamento eficaz. Na fase inicial a Aquarela será divulgada com cursos aos associados da Abiquim, mas pretende se espalhar para outras empresas ao longo do tempo suprindo o mercado químico.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_