[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

MPEs paraenses terão recursos para investir em inovação

A Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa) destinará R$ 10,8 milhões em subvenção econômica para apoiar o desenvolvimento de produtos e processos inovadores. O objetivo da medida é promover o aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade de empresas. Interessados têm até 27 de março para enviar propostas.

Os projetos devem estar alinhados aos temas petróleo e gás; energias alternativas, tecnologia da informação e comunicação (TICs); mineração; agricultura e pecuária; pesca e aquicultura; bionegócios; e sustentabilidade ambiental.

Para participar, o proponente deve ser micro e pequena empresa com sede no Pará, com receita bruta anual igual ou inferior a R$ 3,6 milhões. Ele ainda deve possuir registro na junta comercial pelo menos seis meses antes do lancamento do edital e não ter sido beneficiado com recursos da seleção pública Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)/ Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)/ Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) – Subvenção Econômica à Inovação – 01/2010.

O valor solicitado na proposta deverá estar entre R$180 mil e R$ 600 mil. O prazo máximo de execução será de 24 meses.

Fonte: Protec.org.br

REDES SOCIAIS_