[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Tecsis fecha sua última unidade em Sorocaba

A fabricante de pás eólicas Tecsis já chegou a ser a maior indústria na região de Sorocaba, contando com quase 8 mil funcionários em 2013. Porém, afetados pela crise econômica e pela perda de clientes importantes, a empresa foi reduzindo suas atividades até finalmente anunciar, nesta semana, que encerrará as atividades no município. Em novembro do ano passado, a companhia já havia demitido 1,1 mil funcionários e fechado a unidade de Itu. A Tecsis ainda manterá sua unidade em Camaçari, na Bahia, pois ainda possui contratos vigentes de fornecimento.

 

Funcionários lamentam o fechamento da unidade, mas reconhecem que a empresa está com dificuldade de pagar fornecedores. Existe a possibilidade não confirmada de que a empresa, sem caixa, proponha parcelar em oito vezes as rescisões com seus colaboradores. Além disso, parte de seu maquinário deve ser colocada à venda, indicando que praticamente não há possibilidades de reabertura da unidade. Atualmente, 80% das ações da Tecsis pertencem a um consórcio de investidores liderado pela Estáter.

 

Fonte: Maxiquim

REDES SOCIAIS_