[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Sabic e Reliance anunciam bons resultados no 2T14

As empresas Sabic e Reliance anunciaram segundo trimestre de 2014 de altas se comparados com o mesmo período do ano anterior. A Sabic uma das maiores petroquímicas do mundo anunciou crescimento de 7% no lucro líquido no 2T contabilizando um total de 1,72 bilhões de dólares e lucro operacional aumentando em 1%, com as vendas subindo 7%. A companhia atribuiu o aumento dos lucros a maior produção, bem como preços mais elevados para os produtos.

Os resultados da empresa estão intimamente ligados ao crescimento global, pois seus principais produtos estão sendo amplamente utilizados na construção civil, agricultura e indústria de fabricação de bens de consumo.

Enquanto isso, a Reliance relatou um aumento de 13,7 % no seu lucro líquido, atingindo a marca de US$ 1 bilhão. Marca nunca antes atingida por uma empresa privada na Índia. O volume de negócios de refinaria obteve um aumento de 7,2% e o lucro do negócio petroquímico subiu 9,3%.

Mas a grande surpresa veio no segmento de petróleo e gás, onde a produção aumentou 27,3% e a receita e lucros do segmento ante impostos dobrou. Isto ocorreu de grande parte devido aos negócios do shale gas da empresa nos EUA.

Durante o trimestre, a refinaria Jamnagar Reliance Industries processou 16,7 milhões de toneladas de petróleo, gerando uma taxa média de utilização de 108%. O crescimento da receita petroquímica foi principalmente devido ao aumento dos preços.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_