[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Grupo Isoeste finaliza ações do Protocolo de Montreal e começa a oferecer produtos 100% livres de HCFC

Um dos principais clientes da área de Materiais de Performance da BASF, o Grupo Isoeste, está comemorando 30 anos de fundação. A BASF, que é um dos maiores parceiros da Isoeste, fornece para a empresa o poliestireno expandido (Styropor®) e a espuma de polieretano (Elastopor®).

A Isoeste recebeu no dia 10 de outubro deste ano em sua Matriz em Anápolis/GO, representantes do Ministério do Meio Ambiente (MMA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), além de membros do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), para entrega do Cartaz Comemorativo, por ter sido a primeira empresa do Brasil a atender aos requisitos do Protocolo de Montreal para eliminação dos gases de processos industriais que agridem a camada de Ozônio.

Este Protocolo estabelece um cronograma acelerado para eliminação do consumo e produção dos Hidroclorofluorcarbonos (HCFC), com redução na ordem de 10% em 2015 e sua total eliminação até 2040.

O projeto para eliminação do HCFC 141B foi elaborado pela equipe técnica da Isoeste, com acompanhamento do MMA e do PNUD Brasil,  respeitando todas as diretrizes estabelecidas no protocolo de Montreal. A conversão do uso do gás 141B para o uso do gás pentano garante a eliminação de compostos nocivos à camada de ozônio (zero ODP), e também contribui para a redução do aquecimento global pelo baixo índice do Global Warming Potential (GWP ).

À partir desta data, a Isoeste oferece oficialmente ao mercado mundial produtos 100% livre dos Hidroclorofluorcarbonos (HCFC), compostos altamente  nocivos. Este foi e será um trabalho constante da empresa, pela conservação do meio ambiente em todas as suas ações.

Com recursos próprios, a Isoeste desenvolveu essa iniciativa em um curto espaço de tempo, possibilitando antecipar em 27 anos a conclusão do projeto, visando colocar no mercado mundial produtos de melhor qualidade, mais eficientes e procurando cada vez mais contribuir para a sustentabilidade. As empresas que adquirirem produtos da Isoeste também estarão contribuindo com a redução do aquecimento global, proporcionando um ambiente mais sustentável.

O Grupo Isoeste é um dos principais fornecedores na área de produtos que proporcionam isolamento térmico. Produzindo mais de 18milhões de m2 de painéis  e mais de 18 mil portas por ano, a empresa se destaca em estar presente nas obras de maior complexidade tecnológica, nas maiores e mais modernas obras feitas no país. Atualmente com seis sites produtivos espalhados no país, a Isoeste atende todo  o Brasil e América Latina. Um grande diferencial da empresa  é a busca constante de certificações de seus produtos, o que os tornam seguros mediante o mercado.

Fonte: Plastivida – www.plastivida.org.br

REDES SOCIAIS_