[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Produção e vendas do setor químico crescem em julho, segundo Abiquim

Os índices do segmento de produtos químicos voltados às indústrias foram positivos no mês de julho, de acordo com levantamento da Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química).

No mês de julho, a produção química cresceu 2,11% e as vendas no mercado interno registraram elevação  de  4,01%. O bom desempenho reflete uma demanda deprimida, uma vez que em junho os índices foram negativos. Já o índice de preços dos produtos do setor foi negativo em 1,79% em julho, após cinco elevações consecutivas. Os preços da nafta petroquímica caíram no mercado internacional entre julho e agosto deste ano, em razão da menor demanda pela matéria-prima, como reflexo da crise global.

Na média de janeiro a julho de 2011, comparado ao mesmo período de 2010, o índice de produção apresentou declínio de 4,73% e o de vendas internas teve queda de 4,57%. A Abiquim ressalta que boa parte dessa redução é atribuída ao “apagão” de energia elétrica que atingiu a região Nordeste do país no início de fevereiro, trazendo consequências aos resultados dos índices até abril. Em relação ao índice de preços, houve elevação de 14,6% nos primeiros sete meses do ano, comparado com igual período do ano passado.

Na análise dos últimos 12 meses, encerrados em julho, sobre igual período  anterior, o índice de produção registrou resultado negativo de 1,88%. Na mesma comparação, o índice de vendas internas cresceu  0,32%.

 

Fonte: Mônica Scaramuzzo | Valor – 01/09/2011

REDES SOCIAIS_