[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Oxiteno e Ashland anunciam parceria técnico comercial para agroquímicos

A Oxiteno e a Ashland anunciaram um acordo técnico comercial para suas operações envolvendo seus setores agroquímicos para atuarem em mercados de países emergentes como a América do Sul e Ásia.

Ambas possuem uma lista de produtos complementares entre si entre tensoativos e polímeros, e proverão um vasto portfólio tecnológico aos seus clientes. A Ashland garante que a união das duas garantirá a eficácia e a performance esperada no campo, além da troca de experiências principalmente na pesquisa e desenvolvimento de novos produtos através dos conhecimentos complementares das empresas. A Oxiteno acredita que a junção trará força para a inovação, fator cada vez mais necessário no âmbito agrícola devido aos novos desafios gerados por mudanças climáticas, controle de pragas e solos cada vez mais exauridos.

Além do caráter inovador, a junção vai aumentar a capacidade, a eficácia e o alcance do atendimento trazendo segurança e confiabilidade aos serviços prestados. A operação conjunta terá início no segundo semestre de 2016.

A Oxiteno é produtora de tensoativos e líder de mercado. Desenvolve soluções inovadoras para setores como Cuidados Pessoais, Limpeza Doméstica, Vernizes, Tintas e Agronegócios.

A Ashland é líder no setor de soluções químicas para os mercados de adesivos, revestimentos, contrução, alimentos, energia e agricultura.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_