[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Tecnologia reduz em 15% a utilização de plástico em embalagens da Unilever

Uma nova tecnologia empregada pela Unilever pode diminuir o consumo de plásticos para embalagens.

A tecnologia MuCell Extrusion, que reduz a densidade da garrafa e a quantidade de plástico necessária, foi desenvolvida em colaboração com dois fornecedores de embalagens globais da Unilever, a ALPLA e a MuCell Extrusion. A tecnologia será implantada pela primeira vez na Europa em toda a gama Dove Body Wash.

As embalagens produzidas com a nova tecnologia utilizam no mínimo 15% menos plástico do que as embalagens convencionais. Com cerca de 33 milhões de embalagens Dove Body Wash vendidos em toda a Europa em 2013, a nova tecnologia poderá economizar até 275 toneladas de plástico por ano; enquanto que a utilização em todos os produtos da Unilever poderia economizar até 27 mil toneladas.

Unilever pretende renunciar seus direitos de exclusividade em janeiro 2015, para ampliar a disponibilidade da tecnologia; assim, outros fabricantes poderão utilizar a tecnologia em seus produtos. Segundo a empresa, os consumidores não irão perceber qualquer diferença nas embalagens, mas o impacto da contribuição para o meio ambiente será considerável.

A nova tecnologia representa uma contribuição substancial para a meta estabelecida no Plano de Sustentabilidade da Unilever. Na próxima semana a Unilever deverá publicar seu Relatório de Sustentabilidade 2013.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_