[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Agricultura Regenerativa: uma perspectiva de modelo de negócio circular
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Stepan anuncia acordo para a compra de planta de sulfonação da P&G no Brasil

A Stepan, através de sua subsidiária no Brasil, anunciou nessa terça-feira dia 15 de julho, que chegou a um acordo com a Procter & Gamble do Brasil para comprar a unidade de sulfonação na Bahia. O acordo ainda está sujeito à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômicada (CADE) e pela Superintendência de Desenvolvimento Industrial do Estado da Bahia, assim como a outras condições habituais de fechamento. Essa unidade localizada na região nordeste do Brasil tem capacidade de 30.000 toneladas métricas.

É prevista a finalização da transação entre o terceiro e o quarto trimestre desse ano, sendo que é esperado também que essa aquisição tenha um impacto mínimo nos resultados financeiros da Stepan para 2014. Os detalhes financeiros do acordo não foram divulgados.

O presidente e CEO da Stepan, F. Quinn Stepan Jr., declarou que essa aquisição irá expandir as capacidades da Stepan no Brasil, que o Brasil seria o quinto país mais populoso no mundo e possuiria uma crescente classe média. Assim como o uso de produtos de limpeza varia desde sabão em barra até em pó e líquido, o uso de surfactantes se amplia. Os surfactantes utilizados em aplicações funcionais, incluindo a grande indústria brasileira de agricultura, também estariam crescendo. Segundo ele ainda, o Brasil tem prioridade estratégica para a Stepan e essa aquisição apresenta sinergia com a planta já existente em Vespasiano, em Minas Gerais, oferecendo ainda a oportunidade de atender ao crescente mercado no nordeste brasileiro.

A Stepan é uma companhia de referência na produção de especialidades e intermediários químicos para aplicações em diferentes indústrias, sendo líder de mercado na produção de surfactantes assim como de polióis.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_