[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Solvay firma parceria com Suzano na construção de unidade no Maranhão

A Solvay, juntamente com sua afiliada Peróxidos do Brasil firmaram um acordo com a Suzano Papel e Celulose para construir uma nova unidade de peroxido de hidrogênio na planta de celulose da Suzano em Imperatriz, no esta Maranhão.

A tecnologia usada será a mYH2O2® da Solvay e é a primeira vez que o processo será empregado em uma planta que não seja da Solvay. A nova unidade usará o hidrogênio da própria Suzano e todos os serviços para produzir todo o peroxido de hidrogênio necessário no processo de branqueamento da celulose. É interessante notar que toda operação será controlada em Curitiba pela planta de peróxidos da Solvay.

A diretoria da Suzano acredita que a nova unidade tornará a planta mais competitiva e eficiente, pois reduz os custos de compra de um dos principais insumos utilizados em sua linha de produção.

A tecnologia myH2O2® permite capacidades de 5 ktons a 20ktons por ano e tem um baixo impacto ambiental, uma vez que o número de caminhões utilizados é limitado e o hidrogênio é aproveitado de outros processos de produção.

A Solvay acredita que o primeiro contrato externo da tecnologia de peróxidos apenas confirma a empresa como líder no setor e demonstra a flexibilidade da sua tecnologia que gera economia em logística, reutiliza recursos já disponíveis na planta e consequentemente a preserva os recursos naturais.

Notas:
– A Solvay pretende ampliar o alcance da myH2O2 em escala global;
– A Peróxidos do Brasil é uma joint venture entre a Solvay e a Produtos Químicos Makay.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_