[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Primeira turbina eólica offshore de 8MW da China

A Shanghai Electric anunciou a entrada em operação da primeira eólica offshore de 8 MW da China, com turbina de “arranque autógeno” (black start). A empresa revelou planos para explorar mais soluções baseadas em energia renovável – combinando energia eólica, energia solar e sistemas de armazenamento de energia, aliados a internet das coisas industrial 5G+.

A turbina offshore que entrou em operação é a de maior capacidade na China: comparada com a turbina eólica de 7MW-154, a turbina D8 produz 20% mais eletricidade e reduz o custo nivelado da eletricidade (LCOE – Levelised Cost of Electricity) em cerca de 11%. A turbina de 8MW é o resultado de um contrato assinado em março de 2018 com a Siemens Gamesa Renewable Energy (SGRE), que dá à empresa uma licença para produzir e vender máquinas offshore 8.0-167DD da SGRE no mercado chinês.

A Shanghai Electric está agora em uma posição privilegiada para capitalizar o crescente mercado chinês de turbinas offshore, onde até 26GW podem estar conectados à rede até o final de 2025. A empresa prevê a criação de uma solução de energia limpa integrada que amplia o limite da liberação do potencial de energia solar e eólica.

A turbina eólica que entrou em operação tem lâminas de 81,4 m, que produzem um diâmetro de rotação de 167 m e uma área varrida de 21.900 m2. Ela foi testada em terra no parque industrial offshore de Haojiang, em Shantou. O projeto de demonstração para uma solução de energia limpa integrada também tem uma turbina eólica offshore de 4MW e painéis fotovoltaicos no telhado de 2,42MW; incorpora armazenamento de energia, equipamento de carga com capacidade de 2MWh, um conjunto de sistemas de controle de ambiente de construção inteligente, IIoT 5G+, centro de controle de micro rede e sistema de gerenciamento de energia, entre todos os outros elementos.

A solução foi modificada para lidar com condições na região da Ásia-Pacífico, como tufões e tempestades tropicais, que poderiam danificar seriamente a infraestrutura da rede e até levar a quedas de energia na área. A restauração da micro rede a partir da condição de arranque autógeno é, portanto, importante para as operadoras. Com o “arranque autógeno”, o projeto de energia inteligente fornece uma forte garantia para uma operação estável do parque industrial.

A equipe do Projeto da Shanghai Electric usou baterias de lítio como uma fonte de energia de apoio, de forma que o Sistema de Conversão de Energia pode regular a voltagem e a frequência para o valor de referência. Quando a turbina de 8MW vai para um estado ocioso, que sincroniza e conecta a voltagem de barramento da micro rede, e o vento atinge a velocidade de corte, a turbina eólica começa oficialmente a gerar energia, então a equipe pode aumentar a carga, ao mesmo tempo que retém a frequência do sistema, até que a micro rede esteja operando no modo de carga total. E todo o processo é conectado à rede elétrica com zero impacto.

REDES SOCIAIS_