[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Petrobras vende participação na NTS

A Petrobras divulgou nesta terça-feira (04/04) que concluiu a venda de 90% das ações que detinha na Nova Transportadora do Sudeste (NTS), empresa de gasoduto, em um processo que teve início em setembro de 2016. As ações foram adquiridas pela Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações (“FIP”), que faz parte da Brookfield Asset Management. A FIP, por sua vez, realizou uma venda de parte destas ações para a Itaúsa, do grupo Itaú Unibanco. Ao todo, a venda da participação na transportadora rendeu US$ 4,23 bilhões de dólares para a Petrobras, e a empresa ainda tem mais US$ 850 milhões para receber nos próximos cinco anos.

 

Mesmo com a venda, os contratos de transporte de gás vigentes seguem normalmente, a Petrobras continuará utilizando a NTS em suas operações sem alterações, e a Transpetro continua responsável pela operação pelos próximos 10 anos. Dos dez membros no Conselho de Administração da NTS, dois serão indicados pela Petrobras e um pela Itaúsa.

 

Com isso, a Petrobras segue com 10% de participação na Nova Transportadora, enquanto que a FIP será majoritária com 82,35% (a Itaúsa detém o restante). Assim, concluiu-se mais uma etapa do programa de desinvestimentos da estatal brasileira.

 

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_