[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Agricultura Regenerativa: uma perspectiva de modelo de negócio circular
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Kemira fornecerá clorato de sódio para a Klabin no Brasil

A Kemira, empresa química finlandesa com foco em produtos químicos para indústrias com consumo intensivo de água como de papel e celulose, de tratamento de água, óleo e gás e mineração, foi selecionada como fornecedora de clorato de sódio para a nova fábrica de 1,5 milhões de toneladas de celulose da Klabin no Paraná. O clorato de sódio é usado como um componente no processo de branqueamento, sendo uma etapa importante no processo de fabricação de celulose branqueada.
A Kemira construirá, será dona e operará a planta de clorato de sódio, de modo que é previsto um aumento nas despesas anuais de capital em cerca de 15%, valor que corresponde a um aumento de 25% nos gastos de 2014-2015 em comparação com os 135 milhões de euros em 2013, dependendo do tempo de desenvolvimento do projeto.
Está previsto o começo da produção da nova planta de clorato de sódio da Kemira na primeira metade de 2016, com o emprego de cerca de 30 pessoas.
Segundo Billy Ford, Vice-Presidente Sênior do segmento de Papel da Kemira nas Américas, a Kemira é líder global na produção e fornecimento de químicos para a indústria do papel e celulose, e possui a mais abrangente oferta para a fabricação de celulose; e esse projeto fortalece as capacidades da empresa de atender à crescente demanda de químicos para celulose no mercado da América do Sul.
A Klabin foi fundada em 1899 e opera 16 fábricas (15 delas no Brasil e uma na Argentina), focando no mercado de produtores de papéis para embalagens e cartões, de embalagens de papelão ondulado e de sacos industriais. A nova fábrica de celulose no Brasil é o maior investimento na história da Klabin e dobrará as capacidades de produção da empresa.

Fonte: MaxiQuim

Kemira fornecerá clorato de sódio para a Klabin no Brasil

A Kemira, empresa química finlandesa com foco em produtos químicos para indústrias com consumo intensivo de água como de papel e celulose, de tratamento de água, óleo e gás e mineração, foi selecionada como fornecedora de clorato de sódio para a nova fábrica de 1,5 milhões de toneladas de celulose da Klabin no Paraná. O clorato de sódio é usado como um componente no processo de branqueamento, sendo uma etapa importante no processo de fabricação de celulose branqueada.
A Kemira construirá, será dona e operará a planta de clorato de sódio, de modo que é previsto um aumento nas despesas anuais de capital em cerca de 15%, valor que corresponde a um aumento de 25% nos gastos de 2014-2015 em comparação com os 135 milhões de euros em 2013, dependendo do tempo de desenvolvimento do projeto.
Está previsto o começo da produção da nova planta de clorato de sódio da Kemira na primeira metade de 2016, com o emprego de cerca de 30 pessoas.
Segundo Billy Ford, Vice-Presidente Sênior do segmento de Papel da Kemira nas Américas, a Kemira é líder global na produção e fornecimento de químicos para a indústria do papel e celulose, e possui a mais abrangente oferta para a fabricação de celulose; e esse projeto fortalece as capacidades da empresa de atender à crescente demanda de químicos para celulose no mercado da América do Sul.
A Klabin foi fundada em 1899 e opera 16 fábricas (15 delas no Brasil e uma na Argentina), focando no mercado de produtores de papéis para embalagens e cartões, de embalagens de papelão ondulado e de sacos industriais. A nova fábrica de celulose no Brasil é o maior investimento na história da Klabin e dobrará as capacidades de produção da empresa.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_