[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
Agricultura Regenerativa: uma perspectiva de modelo de negócio circular
DIRETO DO BLOG
Lançamento em breve do livro "Catalisando a Economia Circular"!
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Cade aprova fusão de Dow e DuPont

A fusão da Dow Chemical e da DuPont foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE – na última quarta-feira, dia 17/05. A operação, que já havia sido aprovada pelo órgão antitruste da União Europeia dias antes, é avaliada em US$ 130 bilhões e condicionada à venda de ativos.

No início do mês, o CADE já havia apresentado parecer positivo pela aprovação da operação, contato que ambos os grupos providenciassem uma série de desinvestimentos, afim de evitar a concentração de mercado. Sendo assim, Dow e DuPont propuseram um acordo em que se comprometem a desinvestir em escala nacional e global. Entre esses compromissos, está o desinvestimento de ativos relacionados a sementes de milho da Dow no Brasil, como a transferência de cotas em banco de germoplasma, centros de pesquisa e unidades produtivas.

Além disso, em troca da aprovação da UE, a DuPont comprometeu-se a desinvestir em grande parte de seus negócios em pesticidas e a Dow, em se desfazer de duas unidades de fabricação de co-polímero na Espanha e nos Estados-Unidos, além de seu contrato com a sul-coreana SK Innovation, da qual compra ionômeros.

 

Fonte: Maxiquim

REDES SOCIAIS_