[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Braskem conclui investimento em cracker da Bahia

Em evento realizado pela APIMEC (Associação dos analistas e profissionais de investimento do mercado de capitais) no dia 23 de novembro, a Braskem anunciou que concluiu seu investimento no cracker em Camaçari, na Bahia, e já está produzindo com base em etano importado dos Estados Unidos. O cracker base nafta agora tem 15% de sua capacidade de 1280 mil toneladas anuais com flexibilidade para consumir etano.

A empresa havia anunciado no primeiro trimestre de 2016 a intenção de flexibilizar esse cracker, com previsão de investimento de R$ 380 milhões.  

Além do cracker da Bahia, a Braskem possui crackers no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo, sendo base nafta, base gás e base etanol, com uma capacidade produtiva total de eteno de cerca de 5 milhões de toneladas anuais.

REDES SOCIAIS_