[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Bio-on fecha parceria e disponibiliza tecnologia de produção de PHA

Bio-on escolheu a Techint Engineering & Construction para construir suas usinas para produção do biopolímero PHA, um polímero biodegradável e derivado de resíduos de beterraba e de produção de cana, denominado MINERV-PHA. A tecnologia desenvolvida ao longo dos últimos cinco anos pela Bio-on agora pode ser disponibilizada em escala industrial, com instalações de produção com capacidade de 10 mil toneladas/ano.

Bio-on é proprietária da tecnologia de produção do PHA proveniente de subprodutos agrícolas, sem o uso de solventes orgânicos e com custo vantajoso. Segundo a empresa, com o modelo de negócio baseado em licenciamento da tecnologia de produção e construção da usina pela Techint E & C, os interessados na produção de PHA poderão rapidamente ter acesso à tecnologia com custos claros e sistemas de produção garantidos.

Os PHAs podem substituir diversos polímeros convencionais obtidos de matérias-primas não renováveis, entre eles o PVC, PP e PE. Mas a biodegradabilidade é a sua característica mais importante, o PHA pode ser totalmente degradado no solo ou na água. Bio-on atualmente possui sua própria unidade de produção PHA com capacidade de 10 mil toneladas/ano construída pela Techint em Bolonha, Itália.

Fonte: MaxiQuim

REDES SOCIAIS_