[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Teknor Apex compra Viking Polymers

A companhia Americana Teknor Apex expandiu recentemente seu segmento de compostagem de PVC comprando a Viking Polymers, por um preço não divulgado.

A Viking Polymers possui uma capacidade de compostagem de aproximadamente 22 700 ton na planta de sua sede em Jamestown, nos Estados Unidos. Produz compostos de PVC customizados com foco no PVC clorado. Seus materiais são vendidos para aplicações rígidas de PVC no mercado da construção civil entre outros.

O dono e presidente da Viking Polymers, John Ammondson, que fundou a companhia em 1994, será consultor da Teknor Apex em Jamestown. A companhia adquirida será parte da Divisão de Vinil da Teknor Apex e continuará a operar em Jamestown, mantendo todos seus empregados, segundo Cappuci, vice-presidente da Teknor Apex e chefe da Divisão de Vinil.

Em nota divulgada no dia 3 de fevereiro, Louis Cappuci, afirmou que a aquisição da Viking incrementa substancialmente as capacidades da Teknor de PVC rígido, assim como representa uma extensão natural do portfolio de produtos para o mercado de (capstocks) camadas resistentes a intempéries, compostos de CPVC e outras especialidades para o mercado de rápido crescimento da construção civil.

Segundo membros da Teknor Apex, as principais aplicações para o CPVC são sistemas de água potável quente e fria e tubulações industriais. As ligas, PVC, ASA e acrílico da Viking possuem formulações customizadas para as aplicações de tapume da casa, janelas, pavimento, sistemas de águas pluviais, e cercas.

Ainda no comunicado, Ammondson que será consultor da Teknor em Jamestown, disse que os compostos intemperizáveis desenvolvidos pela Viking permitem cores escuras e em tons de madeira que resistem a prolongadas exposições no exterior.

A Teknor Apex se posiciona no 30º lugar das maiores empresas de compostagem e fabricação de concentrados dos Estados Unidos, segundo estimativas, com vendas anuais acima de 600 milhões de dólares.

Fonte: MAXIQUIM – www.maxiquim.com.br

REDES SOCIAIS_