[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular no Cenário do COVID-19
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Chemical Leasing,
um olhar na Química Verde e na Sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

DIRETO DO BLOG
O Setor de Borracha na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Políticas públicas voltadas para Economia Circular:
Um olhar sobre as experiências na Europa e na China
DIRETO DO BLOG
Iniciativas de Economia Circular na Indústria do Aço
DIRETO DO BLOG
Potencial do Biogás no Gerenciamento de Resíduos
e Sua Inserção na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Cadeias Produtivas e Governança
no Contexto da Economia Circular
DIRETO DO BLOG
Uma Visão dos Modelos de Negócios Circulares
DIRETO DO BLOG
Princípios, perspectivas e aplicação
do Chemical Leasing nos processos
de produção visando a sustentabilidade
DIRETO DO BLOG
A Economia Circular Além dos Horizontes
DIRETO DO BLOG
Logística Reversa na Economia Circular
DIRETO DO BLOG
A Simbiose Industrial além das fronteiras
previous arrow
next arrow
Slider

Catalisando a Economia Circular

A partir dos artigos publicados neste blog, é possível perceber a evolução da Economia Circular como modelo estratégico, se tornando uma solução alternativa em potencial para os constantes problemas econômicos, sociais e ambientais enfrentados no mundo. Diante desse contexto, a União Europeia (EU) lançou, neste ano de 2018, um Plano de Ação para a Economia Circular, contendo metas e propostas legislativas intermediárias que devem ser atingidas pelos Estados-Membros até 2020, 2030 e 2050.

Essas medidas têm como foco a melhoria na gestão de resíduos, o consumo responsável de matérias-primas primárias e mobilização de fundos de investimento público e privado. Até 2025, a EU estabeleceu que devem ser reutilizados e reciclados 65% dos resíduos de embalagens, com as seguintes metas por materiais [1]:

  • 55% plásticos;
  • 60% madeira;
  • 75% metais ferrosos (aço);
  • 75% alumínio;
  • 75% vidro;
  • 75% papel/cartão.

Por tudo isso, se faz emergente a incorporação dos princípios da Economia Circular na formação acadêmica de modo a formar profissionais preparados para viabilizar mais rapidamente as mudanças necessárias ao novo modelo.

A Fundação Ellen MacArthur, por exemplo, tem como ações no campo da Educação desde a promoção de cursos de curta duração à programa em nível acadêmico. Em parceria com a Escola de Administração da Universidade de Bradford, foi criado o primeiro Master in Business Administration (MBA) voltado para o design de produto regenerativo, novos modelos de negócios e logística reversa. Além disso, diversas universidades em todo o mundo formaram parcerias abrangendo programas de aprendizado presenciais, à distância, cursos e eventos [2].

Nesse sentido, a equipe do Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos (NEITEC) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) está organizando um projeto de extensão universitária, por meio deste blog, a fim de ampliar o alcance dos princípios desse modelo de sustentabilidade. A Política Nacional de Extensão Universitária determina que as ações de extensão devem vincular ensino-pesquisa-comunidade para garantir sua efetividade, isto é, essas ações devem priorizar a formação das pessoas participantes por meio da geração de conhecimento consequente do intercâmbio com a comunidade externa.

Existente desde dezembro de 2017, este blog, na forma de projeto de extensão tem como objetivo promover um fórum de discussão sobre a Economia Circular, incentivando o desenvolvimento de um pensamento crítico em questões de eficiência energética e de materiais, gestão e tratamento de resíduos e fundamentos deste modelo alternativo de produção e serviços no Brasil. As atividades do projeto contemplam a elaboração de artigos pelos integrantes, a organização de workshops periódicos e a participação em minicursos realizados pela equipe de extensão e palestrantes convidados.

Os temas abordados no projeto permanecerão em relação à Economia Circular correlacionados com a Indústria Química, bem como os seus setores a montante e a jusante. Assim, os integrantes do projeto poderão potencializar sua formação com a pesquisa voltada para novas tecnologias e modelos de negócios que podem incorporar a Economia Circular tanto na Indústria Química, quanto nos outros setores econômicos.

Assim, esse projeto de extensão poderá viabilizar ao corpo social (professores, alunos e funcionários) da Escola de Química a possibilidade de se capacitar quanto aos conceitos de Economia Circular e exercitá-los de acordo com as atividades que serão oferecidas. Por outro lado, a comunidade externa, representada pelos leitores do blog, poderão participar sob a forma de sugestões, discussões e/ou críticas, criando o fórum de discussão.

Devido à suma importância já mencionada da Economia Circular para o contexto global econômico, social e ambiental, esse projeto de extensão pretende colaborar com a implantação efetiva desse modelo alternativo de produção e serviços no país, além da sensibilização e capacitação de todos os envolvidos. Assim, seus integrantes podem se tornar protagonistas de sua formação técnica e agentes de transformação social.

 

Referências

  1. EUROPEAN COMMISSION. Implementation of the Circular Economy Action Plan. Disponível em: <ec.europa.eu/environment/circular-economy/index_en.htm>. Acesso em: Maio. 2018.
  2. ELLEN MACARTHUR FOUNDATION. Disponível em: <www.ellenmacarthurfoundation.org >. Acesso em: Maio. 2017.

REDES SOCIAIS_